Curar

Palavras caras, preciosismos e estilo:
Tudo o que não se quer.

O que se quer é pintar com palavras.
É sentir e fazer sentir!
Estremecer com aquele delicioso delicioso passar dos olhos.

O que se quer é vibrar. Em êxtase de querer ler mais!
O que se quer é uma espécie de epopeia. Em completo com meia dúzia de linhas!
O que se quer!
Sim.
Sim… O que se quer…

Tenho lido muito e muitas vezes e assim encontrei beleza nas voz distinta de cada bom autor.
É algo que quero para mim, que me leva a pensar sobre qual será a minha própria voz…

“Como escrevo? Sobre que escrevo?
O que quero?
O que quero mesmo?”