“Yes, God, Yes”

Uma abordagem espirituosa, ainda que simplista, sobre o despertar sexual de uma rapariga adolescente. Muito bem filmado e interpretado, e uma excelente contribuição à crescente influência das curtas metragens.
Merece ser visto.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s